6 de dez de 2011


Estou cansada de construir e demolir fantasias.

não consigo me conformar com como nós nos afastamos, (…) parecia tudo muito bem, e de repente nos vimos ali, tão perto, mas tão distantes.

Desejo esperanças novinhas em folha, todos os dias.

Dessa vez não vou querer tudo de uma vez, porque sempre acabo ficando sem nada no final. Vou deixar acontecer tudo no tempo certo. viva-o-lado-bom-da-vida

Saudade daqueles momentos vividos na minha imaginação

”E não esqueça de que o silêncio, muitas vezes, é a melhor resposta”