23 de nov de 2011


Calma, todos os seus sonhos vão se realizar,basta apenas confiar em Deus!

É incrível como eu me sinto bem quando falo com você.

Quando penso em você esqueço do mundo, esqueço de tudo.

A vida as vezes te machuca, e ela mesma da a cura.

Tudo vai dar certo, quando for o momento certo, basta saber esperar.

O amor é realmente lindo. Mas não pelos beijos e abraços, e sim pela sua capacidade de permanecer forte em meio a todo tipo de sofrimento.

E por você, Deus faz o impossível acontecer.

A realidade é essa: Sem Jesus você não é nada. Você pode até tentar ser feliz, mas eu te garanto que você terá a felicidade plena quando de fato conhecer Jesus.


E é como dizem: Amanhã pode ser tarde de mais.

O mundo esta cheio de pessoas que querem te fazer mal, então cuide de quem te faz bem.

Meu amor não se traduz em uma palavra, se traduz em uma pessoa.

Simpatia em excesso para mim tem outro nome: falsidade.

Talvez você nunca perceba tudo aquilo que sinto por você.

Sei lá, mas hoje você já tem que esquecer antes mesmo de se apegar. Confuso, não ?

Você tem que sempre tentar perdoar quando alguém erra, porque uma hora quem vai errar é você […]

Nunca desperte o amor de alguem, sem a intenção de amar!!!

E eu acho que tudo o que acontece na vida, acontece por um certo motivo.

“E às vezes é melhor fingir que não dói nem um pouco, que não vê, que não sente falta. Às vezes é melhor fingir que não faz diferença, que é melhor mudar, parar de se machucar. Às vezes é melhor fingir que a ausência é compreensível e os comportamentos explicáveis. (…) E que nada machuca. É melhor fingir que vai mudar, que vai ser o que não é. Para acabar não perdendo mais do que tem, mais do que pode conseguir. É melhor fingir que, apesar de toda a falta e de todas as dores, não dói, não entende. É melhor fingir que toda a aflição vem de dentro e não do tempo. E por mais que machuque, machuque muito… É melhor fingir que nada está acontecendo e que as coisas estão se adaptando. Mesmo quando sabe, que lá no fundo, está tudo aos pedaços.”